Perguntas/Respostas
Menu Inicial

SÉRIE 31: AMOR E ADORAÇÃO

SÉRIE 32: CONSCIÊNCIA ENERGIA FORMA

SÉRIE 33:
VEÍCULO FÍSICO E ENERGÉTICO

SÉRIE 34 :INFERNO, PURGATÓRIO E PARAÍSO

SÉRIE 35: COMPREENSÃO E TRANSMISSÃO

SÉRIE 36: TRANSMISSÃO UNITÁRIA

SÉRIE 37 : RECEPÇÃO E TRANSMISSÃO DE INFORMAÇÕES DE SÍNTESE

SÉRIE 38 : PROCESSO DE ENCARNAÇÃO

SÉRIE 39: MAL E MENTIRA

SÉRIE 40
: DETERMINAÇÃO DO TIPO DE ENCARNAÇÃO

 


SÉRIE 31: AMOR E ADORAÇÃO Menu


1. Como o amor é concebido pelos planos superiores?

2. Qual a origem da atração amorosa e do desejo de fusão entre dois seres?

3. O amor é essencial para o corpo?

4. Por que foi dado aos seres humanos uma dimensão afetiva tão frágil?

5. O que é a androginia?

6. A perpetuação da raça constitue a única origem do desejo de complementaridade entre dois seres?

7. É possível viver um amor perfeito nesse mundo? Se sim, como?
- Não há perfeição num mundo de imperfeição
- Velar sobre a transmutação de potências em uma dimensão unitária interna
- Configuração externa em funcionamento luz
- Gerenciar um campo de energia multidimensional.

8. O que é, em realidade, o amor universal?

9. O que é a adoração?

10. Pode-se apreender a adoração ou é um ato inato?

11. A adoração tem necessidade de manifestações exteriores?

12. Deus prefere os que o adoram?

13. É interessante praticar uma religião na qual não se cre verdadeiramente?

14. Todos os povos experimentam o sentimento de adoração?

15. Qual é a fonte da adoração?

16. É verdadeiramente possível encontrar Deus através de uma vida contemplativa?

SÉRIE 32: CONSCIÊNCIA ENERGIA FORMA Menu


1. Qual é a consciência que se tem no momento da morte?
- Quintessenciação de sistemas exteriores e inferiores para criar um canal dirigido ao superior
- Exteriorização ou inferiorização de sua figura em relação a seu núcleo interno
- Integração sintética de sua figura exterior-inferior-interior rumo ao superior
- Integração de figuras do ambiente
- Manifestar sua identidade através de obras materiais
- Síntese passado-presente-futuro com o campo do imortal
- Quintessenciação de estágios de condensação subjacentes e síntese do corpo biológico
- Incluir outros seres no seu sistema de transferência
- Intermediário matricial de produção para o controle da extensão de sua criação formal
- Problemas ligados à robotização de um empresa
- Assinatura consciência energia forma completamente recentralizada
- Criar sua empresa após ter atingido uma dimensão de elevação: crescer e multiplicar
- Etapas de evolução tecnológica de uma civilização
- Situação energética supraterrestre.

SÉRIE 33: VEÍCULO FÍSICO E ENERGÉTICO  Menu
SÉRIE 34 :INFERNO, PURGATÓRIO E PARAÍSO  Menu
SÉRIE 35: COMPREENSÃO E TRANSMISSÃO Menu


1. Qual é a importância do mental nos processos que se estabelecem entre a consciência, a energia e a forma?
- Continuidade entre o mental e a consciência
- Criação de uma condição de transferência entre os sistemas imperioso e exterior
- Continuidade de mestria para um programa de numeração interna.

2. É indispensável, no decorrer da existência, transmitir a experiência e as informações que se pôde adquirir durante sua vida?
- Adaptar sua intervenção segundo as criaturas
- Refazer para outros o contrato que foi realizado para si - Tratamento do sistema de potência.


SÉRIE 36: TRANSMISSÃO UNITÁRIA Menu


1. De onde vêem todos os ensinamentos que são transmitidos?
- Ligação com os signatários da unidade de síntese
- Tratamento de sistemas externos, extremos e imperiosos
- Trabalhar em um sistema delimitado e coordenado
- Intervenção de circuitos da unidade de síntese
- Instalação do órgão de integralidade
- Contrato de energia interior mais importante que os sistemas exteriores.

2. Deve-se sempre dar aos outros o que se recebe de dimensões superiores?

3. Quando se recebeu mensagens e informações vindas de dimensões superiores, pode-se conservá-las unicamente para si, ou deve transmití-las e difundí-las para ajudar outros seres que teriam também necessidade dessas informações?
- Necessidade de informar sistemas externos
- Mutação progressiva do sistema de numeração imperiosa
- Repartição de energias sobre um número enorme de seres
- Ressonância com uma assinatura numeral direta
- Informações interdimensionais de consciência-energia-potência.

SÉRIE 37 : RECEPÇÃO E TRANSMISSÃO DE INFORMAÇÕES DE SÍNTESE
Menu

1. De que nível provêem essas informações: de circuitos de inserção, de transferência, de síntese ou de outros circuitos?
- Condições de reajustamento unitário interno
- Informações originadas de sistemas em transformação de numeração
- Consciência em todos níveis sintético, interno, externo e imperioso
- Codificação de unidade de síntese em função de mudanças de numeração imperiosa
- Dificuldade de transcrição de ressonâncias superiores em planos demasiadamente inferiorisados
- Desencadeamento por conjunção acima-interior-exterior-abaixo
- Intermediários exteriores, extremos e inferiores
- Construção de intermediário de transmissão
- Suscitar a corrente de reinserção de figuras de sumeriana essência
- Estruturação de codificações exteriores e inferiores
- Escuta de dimensões unitárias e adaptação formal
- Realização de uma figura de síntese
- Separar o joio do trigo
- A ferrugem, os vermes e os ladrões
- Formar operadores de filtragem abaixo de si
- Círculos de enquadramento e circuito de contrôle
- Peso e medida, sistema de sincronização
- Utilização interdimensional de circuitos robóticos
- Realização de uma ponte entre o criador e a criação
- Escolha entre a interiorização e a exteriorização
-Não se pode escolher dois mestres ao mesmo tempo
- Cadeia operacional substanciano-mecaniano-metaliano-metraliano
- Subtração permanente de elementos inintegráveis
- Crescimento de um campo de transferência.


SÉRIE 38 : PROCESSO DE ENCARNAÇÃO
Menu
SÉRIE 39: MAL E MENTIRA
Menu

1. O que é o mal?
1. Por que existe a descida para a encarnação?
- Por que se desloca nesse sistema energético?
- Saida do sistema de síntese para tratamento de uma assinatura parcial
- Experiência da formalização e reconstrução de seu sinal de síntese
- Sentido do limite entre o que é numerável e que não o é
- Iluminação de sistemas de numeração imperiosos reintegráveis
- X 13 e cordage extrema referenciada à unidade de síntese
- Antipolarização de amarras imperiosas
- Risco de deteriorização em zonas não numeráveis e continuidade de transferência por intermediários sucessivos
- Fases na vida de um ser entre consciência e potência e corrente ascensional
- Situação iniciática codificada pelo circuito de sumeriana essência
- Transformações no meio ambiente para abalar as zonas imperiosas
- Extrair seu sistema completo fora de zonas de morte não numeráveis.

2. Existem de ações mais particularmente importantes a realizar na vida?

3. Sobre o que se deve trabalhar mais na encarnação?
- Tratar suas configurações inferiores e exteriores
- Programas a realizar em função da situação do ser
- Exteriorização de porção de espaço-tempo não numeráveis.
SÉRIE 40: DETERMINAÇÃO DO TIPO DE ENCARNAÇÃO Menu

1. Que elementos determinam o tipo de encarnação que se realiza para uma entidade?
- Vão de acumulação de energia
- Inserção de energia formalizada
- Cor, níveis energéticos e vibratórios
- Codificação imperiosa e mudança espacial ou temporal
- Contratos luz e ressonância de energia
- Reconhecimento de tipos de encarnação pela cor e no tempo
- Desencadeamento temporal, simultaneidade intemporal

2. Se eleva-se muito mais alto, percebe-se que, diante da unidade de Deus, todos os veículos estão a serviço
da mesma configuração. Isso nos faz questionar sobre a consciência que trata as operações de transferência sobre os mundos exteriores. Como acontece de uma configuração se instalar no plano imperioso, e qual é o contrato
que determina a assinatura de uma consciência nesse plano?
- Infiltração de sistemas de potência
- Intervenção sobre uma zona emergente desacelerada
- Encarnações simultâneas ligadas a um arquétipo central unitário intemporal
- Consciência pessoal e transcendente
- Gestão do sono, oscilação potência-consciência
- Passagem da espiral individual à reta original unitária.