Perguntas/Respostas
Menu Inicial

RESPOSTAS UNITÁRIAS A PERGUNTAS FUNDAMENTAIS   


SÉRIE 5: NAVES E FROTAS Menu

1. O que é uma nave?
2. O que é uma nave-mãe?
3. O que é uma frota?
4. As naves-mães são ligadas mais particularmente a uma frota?
5. Quantas frotas existem?
6. Pode-se dizer que existem diferentes papéis para cada frota?
7. As frotas são ligadas a regiões espaciais ou correspondem a níveis energéticos?

SÉRIE 52: SURVEYORS Menu

1. Existem sistemas de energia consciência se prendendo a um indivíduo em particular para o proteger?
2. O que é um anjo da guarda?
3. Qual é o papel dos surveyors?
4. O surveyor intervem sobre um indivíduo desde seu nascimento?
5. O surveyor intervem voluntariamente ou por obrigação?
6. O surveyor se prende facilmente ao ser ao qual ele é responsável?
7. Em caso de rebelião da parte de um indivíduo, o espírito sumeriano que o protege pode o soltar?
8. O Pai superior que se distancia do seu protegido o prejudica por esse abandono?
9. O espírito sumeriano pode deixar um ser se derivar rumo aos mundos da destruição?
10. Deixar-lhe-ia derivar em zonas de destruição por impotência?
11. O surveyor pode perder o contato com o ser sobre o qual ele tem a vigilância ou ele está em conexão permanente?
12. O ser humano pode dispensar um surveyor?
13. Por que a ação de espíritos sobre nossa existência é invisível? Por que, quando eles nos protegem, não o fazem de uma maneira evidente e visível?
14. O surveyor que conseguiu trazer seu protegido para a boa via experimenta também algum benefício para si mesmo?
15. O surveyor que vê seu protegido seguir um mau caminho, apesar de seus avisos, sofre e isso não é para ele um motivo de obstáculos a sua felicidade?
16. Podemos sempre saber o nome de nosso espírito protetor ou anjo da guarda?
17. Os surveyors que tomam nomes conhecidos são sempre realmente aquelas pessoas que portam tais nomes?
18. Quando estivermos na vida sutil, nós reconheceremos nosso surveyor?
19. Os surveyors pertencem todos à classe de espíritos superiores? Ou eles podem se encontrar entre os medianos? Um pai, por exemplo, pode tornar-se o surveyor de seu filho?
20. Os espíritos que deixaram a Terra em boas condições podem sempre proteger aqueles que eles amam e que continuam aqui?
21. Os INICIOns num estado selvagem têm os mesmos surveyors que os INICIOns muito avançados?
22. Quando o pai que vela por sua criança volta a se reencarnar, ele pode ainda velar por ela?
23. Existem maus espíritos que se ligam a um indivíduo para orientá-lo no sentido da destruição?
24. Um indivíduo pode ser protegido por muitos surveyors?
25. Os surveyors agem em função de uma missão precisa?
26. Qual é a diferença existente entre os espíritos familiares e os surveyors?
27. O que pensar de indivíduos que se consideram guias de outras pessoas numa via correta ou incorreta?
28. Um surveyor poderia se encarnar para nos acompanhar durante a vida de uma maneira mais próxima?
29. Os surveyors podem se ligar precisamente a uma família?
30. Um surveyor, atraído por um indivíduo por simpatia, pode o ser igualmente atraído por um agrupamento de indivíduos?
31. Existem surveyors que velam especialmente sobre aglomerações de indivíduos como as sociedades, as cidades, as nações?
32. Os espíritos que protegem as massas são de natureza mais elevada que aqueles que se ligam aos indivíduos?
33. Certos espíritos podem ajudar o progresso das artes protegendo aqueles que se ocupam disto?
34. O pressentimento é sempre a advertência de um surveyor?
35. Os sentimentos e a voz do instinto tem sempre algo de vago. Que devemos fazer diante da incerteza?
36. O indivíduo deve levar em conta conselhos de seu "surveyor" para sua vida quotidiana?

SÉRIE 53: TRANSFERIZAÇÃO Menu
SÉRIE 54: DEUS Menu
SÉRIE 55: PROCESSO DE IMORTALIZAÇÃO    Menu


1. Como se pode compreender a imortalidade?
- Consciência do sistema de transferência interna e imortalidade
- Motores de vida e de sumeriana essência
- Vão de numeração, corpo B 4, montanha de energia e corpo extremo
- Destruir seu próprio sistema de destruição para sair da mortalidade
- Conjugação com o espírito imortal
- Tratamento das linhas de potência e avanço rumo aos sinais unitários
- Funcionalidade do sistema de vida e de substância para a mutação da matéria
- Codificação sumeriana pela transmutação de sistemas de potência
- Materialização do sistema de numeração imperiosa e delimitação precisa sobre o exterior
- Shunt de numeração unitária
- Enquadramento estrutural yang e transmutação da energia yin
- Contratos de sincronização
- Eliminação de sistemas imperiosos não unifiáveis
- Saber escolher o que se integra para ser escolhido por dimensões unitárias
- Acordo com a circulação de energia vindas de planos superiores
- Presença do sistema de numeração unitária até às zonas de potência
- Mudanças de numeração
- Relação consciência-energia entre o numerador e o denominador
- Miniaturização - Reajustamento do sistema de potência ao sistema de transferência
- Contratos de numeração
- Retomar consciência de sua identidade para sair da compressão inferior
- Pentecoste: emergir mais de 50 % acima para permitir uma intervenção superior
- Mestre de síntese: síntese da unidade acima e abaixo.

2. Um ser encarnado num corpo de mulher pode assinar sua figura de síntese unitária sem qualquer outra intervenção?
- Deriva exterior e amarra inferior ligadas à mulher
- Despertar após o contato com uma assinatura de energia unitária
- Linhagem espiritual muito fina de agrupamentos religioosos de massa
- Ressurgir para uma dimensão de síntese unitária
- Relé temporal-intemporal
- Repartição de potências e assinatura de síntese
- Perigo da realização de um enquadramento de potência não numerável
- Integração e mutação de material robótico numa relação consciência-energia-forma
- Transformar o dinheiro e a matéria em energia e em consciência

.


SÉRIE 56: TRANSUBSTANCIAÇÃO Menu

1. Como criar as condições da transubstanciação?
- Criação de um corpo de energia ao redor do corpo formal
- Tratar com os sistemas sutis que envolvem o corpo formal

2. Quais são as hierarquias que intervêem na transubstanciação?
- Escolher a sutilização mais que a materialização
- Ajustar-se aos planos de luz
- Autonomia do sistema de emergência externa
- Construir um veículo sutil organizado
- Habituar sua consciência a exister no exterior do corpo
- Código de transferência do veículo energético

3. Como se pode criar aliança com essas hierarquias para alcançar a transubstanciação? -

4. A transubstanciação é ligada a uma condição energética particular do corpo físico, ou existem outras intervenções?

5. É a gravitação desse mundo que amplificou assim nosso mental concreto?
- Condensação do corpo energético tendo em vista tratar de corpos materiais
- Risco de deteriorização do corpo de energia em zonas demasiado inferiores
- Ultrapassagem do limite inferior
- Condição da mudança de numeração.

SÉRIE 57: CAMPO UNITÁRIO INTEMPORAL Menu


1. Como e por que se individualizam uma consciência e uma criatura a partir do campo unitário intemporal?

2. Por que os corpos são fabricados num planeta e não no espaço?

3. Por que certos corpos são encarnados num sistema formal?
- Corda formal, controle com os mundos inferiores de potência
- Encerrar-se numa linha temporal de contato com o intra-universo
- Intervenção de corpo de inserção religado à unidade

4. Qual é a origem dessa queda do campo unitário?

5. Qual é o estado de consciência no campo unitário?
- Existem consciências individuais separadas de outras consciências?
- Harmonia total do campo unitário
- Tratar todas as figuras às quais se sente amarrado

6. Quem preside à organização do campo unitário? Existe uma consciência superior a todas as consciências que podem exister no campo unitário?

7. Como se determina o local de nascimento de uma entidade?
- Escolha do lugar de impacto segundo a mestria da exteriorização e da inferiorização
- Planeta, tipo de criaturas segundo o peso e a medida.

8. Quem decide o momento no qual se deve sair do intra-universo?

9. Qual é a melhor utilização que se pode fazer de seu corpo no estado da encarnação?
- Força interior de reinserção
- Visão espaço-temporal de sua encarnação
- Ligar-se à unidade e permitir aos seres exteriorizados se ajustarem
- Transmutarr os seres presos abaixo do plano formal.

10. Quem decide da exteriorização? - Parque de atração e campo de exercício - Intervenção das escolas da energia interna.

11. A partir do momento no qual se abandona o corpo físico, como se deve concentrar para encontrar o campo unitário?

12. Qual é o tipo de existência e de consciência daqueles que se encontram nas redes da unidade de síntese?

13. Qual é a diferença entre este estado e o estado de Deus?

SÉRIE 58: ENCARNAÇÃO, CONSTRUÇÃO DE UMA FIGURA DE TOTALIDADE Menu

    1. É-se livre para escolher sua encarnação?
    - Operação de deteriorização
    - Noção de liberdade na encarnação

    2. Por que certos seres têm grandes poderes enquanto outros nada têm?
    - Reunificação sobre um único sinal de numeração imperiosa
    - Perigo de operações de potência face a um grande público

    3. É necessário misturar as raças ou é necessário deixá-las separadas neste planeta?

    4. A evolução é mais fácil num corpo formado de uma única raça ou num corpo resultante de uma mistura de raças?

    5. Existem encarnações no plano animal, vegetal ou mineral?

    6. Progredimos automaticamente de uma encarnação a outra?

    7. A partir de quais elementos um ser pode ter acesso à tomada de consciência de suas encarnações? Por que, em certos momentos, isto se revela para certos seres?
    - Choques energéticos
    - Contrabalança entre os sistemas de potência
    - Assassinato e pena de morte

    8. Existe des seres que tem um contrato mais elevado que outros?

    9 Quais são os seres que têm esse tipo de característica?
    - Contratos de numeração
    - Integração do código de numeração de um ser

    10. Sobre quais bases pode-se determinar que uma encarnação é positiva ou negativa?

SÉRIE 59: LIVRO DA VIDA Menu

    1. Pode-se considerar que tudo está escrito no livro da vida, para um ser?
    - Programas organizados para a transformação de um sistema de potência
    - A história do ser: como se fez para passar de uma etapa a outra
    - Tornar-se um centralisador
    - Egregóras do pai, do filho ou da mãe

    2. A mutação sexual pode ter uma importância na desmaterialização do corpo físico?
    - Intervenção do corpo unitário sobre o corpo físico no decorrer do paroxismo
    - Construção do corpo de luz e transubstanciação do corpo físico

    3. Por que, quando subimos de assinatura em assinatura, o corpo físico faz movimentos para poder ajustar suas assinaturas às operações em curso?

    4. Por que certos seres têm experiências de desdobramento e experiências de sair fora do corpo, quando outros nunca as têm?

    5. Por que há uma diferença entre o INICIOm e a mulher?

    6. Existem meios de viver mais interiormente?

    7. Existem lugares onde a mundanidade tenha verdadeiramente desaparecido sobre esse planeta?

    8. Existe uma possibilidade de tratar a forma de seu corpo para o destinar ainda mais ao diapasão do éter?

SÉRIE 60: DESTRUIÇÃO E REINSERÇÃO UNITÁRIA  Menu

1. Por que, sobre o plano das formas, as figuras da morte elaboram sistemas ao encontro da unidade?
- Deslocamento de potências na medida da intervenção do corpo de unidade
- Criar condições para a reunião de corpo de potência
2. Quando um canal de numeração se assina sobre uma antena e esse corpo começa a liberar suas figuras para se ajustar a esse canal de numeração, existe um pai de numeração imperioso que entra em ação no exato instante em que esse canal se instalou?
3. Por que alguns seres criaram organogramas extremamente importantes, como instrumentos de música em notas diversas, muitass cordas, etc., campos muito extensos do ponto de vista energético e vibral?
4. Para alcançar seu objetivo no seu trabalho de mestria, deve-se buscar poderes de transmutação sobre a matéria?
5. Qual é o papel de um circuito de emergência externa quando há uma transformação de sistemas imperiosos?
6. Qual é o papel de potências que se distinguem em um sistema e que criam as condições de mudança no que concerne a esse corpo?
7. Por que certos animais se nutrem matando outros?
8. Existem elementos que devam ser numerados mais particularmente logo que alguém se encontra sobre uma prancha imperiosa?
9. Por que, sobre esse plano, as potências em ação dispersam suas energias sobre diversas figuras, e por que, entre os que recebem esse tipo de potência, há quem consiga fazer a transferência enquanto outros não o conseguem?
10. Pode-se falar do planeta Yingara?
11. O barulho provocado pelos aviões provoca destruições no éter e na atmosfera superior ?
12. Existe uma missão particular se temos acesso a recursos bastante importantes?
13. Como religar potências?